DestaqueGeral

Norberto Campelo é eleito conselheiro do CNJ; 1ª vez que Piauí ocupa vaga

O advogado piauiense José Norberto Campelo foi escolhido na noite desta segunda-feira (18) conselheiro do Conselho Nacional de Justiça (CNJ). Ele obteve 23 votos ficando em primeiro lugar na votação. Em segundo ficou o capixaba Luiz Claudio Allemand com 22 votos, que também irá compor o CNJ. Duas vagas estavam abertas. É a primeira vez que um piauiense vai compor o conselho.

Na terceira colocação ficou a advogada Gisela Gondim com 10 votos. A reunião do conselho federal terminou por volta das 20h15. O novo conselheiro do CNJ disse que vai procurar contribuir de forma que a justiça melhore, inclusive a do Piauí, e atenda melhor a sociedade. “Espero poder contribuir com a justiça brasileira, que está deixando muito a desejar e que não consegue atender as necessidades dos brasileiros. Vou tentar colaborar com ideias”, afirmou ao Cidadeverde.com.

norberto222

O presidente da Ordem, Marcus Vinicius Furtado Coelho, afirmou logo após o resultado que os advogados irão contribuir muito com o judiciário brasileiro.

“Os dois são conselheiros federais e muito irão contribuir para o judiciário e as prerrogativas dos advogados no âmbito do Conselho Nacional de Justiça”, afirmou.

As inscrições para o CNJ foram abertas pelo Conselho Federal da OAB no dia 9 de abril e terminaram no dia 20. Durante a sessão, que teve início às 18h, foram julgados os eventuais recursos e arguídos, em audiência pública, os candidatos habilitados.

O Conselho é uma instituição pública que visa aperfeiçoar o trabalho do sistema judiciário brasileiro, principalmente no que diz respeito ao controle e à transparência administrativa e processual. Sua missão é contribuir para que a prestação jurisdicional seja realizada com moralidade, eficiência e efetividade em benefício da sociedade.

O CNJ é composto por 15 conselheiros, sendo nove magistrados, dois membros do Ministério Público, dois advogados e dois cidadãos de notável saber jurídico e reputação ilibada. Os conselheiros têm mandato de dois anos.


Norberto Campelo (da direita para esquerda) com integrantes da bancada do Piauí no conselho (Foto: OAB)

Os eleitos

José Norberto Lopes Campelo é presidente da Comissão Especial de Direito Eleitoral da OAB Nacional. Formado em direito e economia pela Universidade Federal do Piauí, foi presidente daquela Seccional entre 2007 e 2009. É conselheiro federal desde 2010.

Luiz Cláudio Allemand é presidente da Comissão Especial de Direito da Tecnologia da Informação da OAB Nacional e presidente da Comissão Especial de Transparência e Acesso à Informação. Formado em direito pela Universidade de Vila Velha, é conselheiro federal pelo Espírito Santo no terceiro mandato e representante da OAB em grupos que debatem o uso do Processo Judicial Eletrônico no país.

Os advogados eleitos nesta segunda pela entidade serão ainda sabatinados pelo Senado Federal e deverão ter os nomes aprovados pelo plenário da Casa, para então serem nomeados aos cargos pela presidente da República.

Cidade Verde (Com informações da OAB)

Comentários

Artigos relacionados

Fechar