DestaqueRegião

Empresário denuncia Prefeitura de Padre Marcos por fraude

Após realizar um cadastro de sua empresa para a licitação da construção de cisternas, com recursos da Fundação Nacional de Saúde (Funasa), no valor de R$1.425.608,52, para o município de Padre Marcos, o empresário Francisco Armando Cardoso  afirmou ter sido vítima de fraude. Ele diz que um representante da prefeitura chegou a oferecer dinheiro para que desistisse da licitação.

padre marcos

“Essa é a terceira vez que abrem licitação para a construção de cisternas. Tive a primeira vez, dificultaram, na segunda vez fecharam a prefeitura, e não fizemos nenhuma denúncia. Na terceira  eu fui, e nessa vez achei no direito de denunciar, porque são sempre os homens do prefeito que participam desses processos”, disse o empresário.

Francisco afirma que um representante do prefeito, que se identificou apenas como Sebastião, lhe ofereceu R$ 25 mil, para que o mesmo desistisse da obra. “Ao chegar em Padre Marcos, fui visitar o presidente da comissão, para saber quantas empresas estavam concorrendo, quando cheguei na sala dele, recebi uma ligação desse representante, e fui convidado a ir sentar em um posto de gasolina, e me deparei com a proposta, mas não aceitei”, comentou.

Além disso, o empresário afirma que foi ao encontro do prefeito Lucinete Macedo Araújo que voltou a fazer propostas financeiras e ameaçou que caso o empresário não desistisse da licitação, a mesma seria cancelada, e seria alegado decreto de emergência. “Ao acontecer isso, eu fui ao Tribunal de Contas, fiz a denúncia, e fiz um boletim de ocorrência, e voltei à prefeitura e me deparei com um papel que informava o cancelamento, onde alegava que haviam erros na planilha. ele cumpriu o que havia ameaçado, após isso, fui ao Ministério Público Federal, para fazer a denúncia”, comentou.

Um mês depois, no dia 20 de fevereiro, a prefeitura publicou no jornal a contratação de uma empresa que Francisco alega ser de uma pessoa próxima ao prefeito. “Eu não consegui acabar com essa máfia, mas enquanto nós denunciarmos, com certeza estaremos contribuindo para que fique mais difícil pra eles”, finalizou o empresário.

A redação do Portal AZ tentou entrar em contato com a Prefeitura de Padre Marcos, mas não obteve sucesso.

Por Raiana Albuquerque / Portal AZ

Comentários

Artigos relacionados

Fechar