DestaquePolicia

Polícia conclui inquérito de latrocínio que fez duas vítimas no interior do PI; disputa por comércio de bebidas motivou crime; entenda

Os dois suspeitos de serem os executores do roubo seguido de morte foram presos durante a Operação Cerco Fechado da Polícia Civil. O empresário apontado como mandante foi indiciado, mas não preso.

A Polícia Civil concluiu, na quarta-feira (19), o inquérito que investigava a morte de Miguel José de Sousa, de 54 anos, na localidade Gameleira, zona rural de Vera Mendes, a 381 km de Teresina. O homem foi morto na Associação de Moradores, após a Feira da Agricultura Familiar, em um latrocínio motivado pela disputa de comércio de bebidas para o evento.

“Por meio da investigação descobrimos que o verdadeiro alvo não era o senhor Miguel. Por conta de disputas no comercio de bebidas, um empresário dono de um deposito que fornecia bebidas para o evento estava insatisfeito que outro empresário assumiu a função, então planejou a sua morte, mas ele acabou não aparecendo no local então mudaram o plano para um assalto do valor arrecadado na feira”, explicou a delegada Robiane Nunes.

Conforme a polícia, o plano era assassinar o empresário quando ele fosse recolher o dinheiro da venda de bebidas no dia seguinte à feira, mas ele teve um mal estar, questão de saúde, e não pode ir na associação.

Depois do crime, duas pessoas foram presas preventivamente suspeitos de serem os executores durante a Operação Cerco Fechado.

“Ficou claro que o mandante do crime tem um deposito de bebidas na cidade de Vera Mendes e era o antigo fornecedor para esse evento há muitos anos, porem nos últimos dois anos o outro empresário conseguiu ganhar essa disputa”, afirmou a delegada.

 

Miguel José chegou a ser socorrido, mas morreu na Unidade Mista de Saúde de ItainópolisAlém dele, outra vítima foi atingida com um tiro na perna, mas atualmente passa bem.

À Tv Clube a delegada Robiane explicou que já solicitou dois pedidos de prisão para o homem apontado como mandante, mas a Justiça negou.

Operação Cerco Fechado no Piauí — Foto: Divulgação/Polícia Civil do Piauí (PC-PI)

Operação Cerco Fechado no Piauí — Foto: Divulgação/Polícia Civil do Piauí (PC-PI)

G1 PI
Comentários

Artigos relacionados

Fechar