DestaqueJaicósNoticias

Projeto Samaritano| Ação social transforma realidade de família em Jaicós

O Projeto Samaritano surge da iniciativa de membros da Igreja Evangélica Assembleia de Deus em Jaicós para atender à necessidade de famílias carentes deste município, através de atividades de assistência social.

Uma família jaicoense foi beneficiada com doações de várias pessoas de Jaicós e até de outras cidades da região através do Projeto Samaritano. Uma ação como essa muda a realidade de famílias, principalmente durante esse período de isolamento social, onde a dificuldade bate na porta de milhões de brasileiros, mais ainda que o já recorrente problema de desigualdade social no Brasil.

Dona Maria mora com dois de seus filhos e 3 netos próximo à Companhia de Polícia de Jaicós, no bairro conhecido como “Bairro Novo”. Foi a primeira a ser atendida pelo projeto que veio para ajudar famílias carentes do município, trazendo um amparo e mudando a realidade de suas residências.

O Projeto Samaritano surge da iniciativa de membros da Igreja Evangélica Assembleia de Deus em Jaicós para atender à necessidade de famílias carentes deste município, através de atividades de assistência social. Uma bonita ação que mostra que é possível se solidarizar com o próximo até mesmo em momentos difíceis como este. O projeto foi idealizado por Bianca Reis, que coordena as ações com os jovens da igreja.

A missão do Projeto Samaritano é promover o auxílio a necessidades básicas de pessoas em vulnerabilidade social, possibilitando a melhoria da realidade dos mais necessitados, através da assistência social.

“A gente não quer simplesmente passar na família, na casa e depois fingir que elas nunca existiram. A gente quer realmente fazer parte da vida e da história delas”, afirma a coordenadora.

Os membros do projeto levantaram informações e fizeram a escolha da família. O projeto recebeu doações dinheiro, de material de construção, móveis, utensílios de cozinha, alimentos, roupas, calçados e produtos de higiene pessoal.

A residência de dona Maria não tinha água, energia elétrica e nem banheiro. As condições de vida da família eram precárias, com falta de diversos móveis e eletrodomésticos. O colchão, por exemplo, tinha que ser dividido. Não tinham fogão, nem mesa e faltava até pratos e panelas.

“De início, nossa intenção foi que houvesse confiança da dona da casa com a gente do projeto. Conhecemos a história e nos mostramos presentes e solícitos. Aos poucos fomos conquistando a confiança dela”, conta a coordenadora do projeto, Bianca Reis.

Bianca relata inclusive que a confiança passou a ser tanta que, durante esse período de arrecadação de doações, depois das primeiras visitas, um dos filhos da dona Maria se acidentou e ela entrou em contato pedindo ajuda. A mesma se dirigiu à casa da dona Maria, deu todo apoio naquele momento, conseguindo inclusive um auxílio financeiro. Foi estabelecida uma relação de amizade e de confiança.

Os membros do projeto sensibilizaram a população através das redes sociais e conseguiram muitas pessoas dispostas a ajudar, até mesmo de outras cidades. Conseguiram doações de móveis (como cama, fogão, mesa, armário e etc), utensílios de cozinha, roupas, calçados e mais de 160 kg de alimentos. Além disso, conseguiram religar a água e energia elétrica. Foram doados materiais de construção para fazer o banheiro.

A população se mobilizou em torno da causa e os membros se mobilizaram incansavelmente para buscar as doações. A coordenadora perdeu a conta de quantas vezes precisou ir à residência. Um trabalho cansativo, mas que ela conta com alegria, pois se sente com dever cumprido e na certeza de que todo esforço valeu à pena.

No último domingo (14/06), foi realizada a ação de entrega das doações de alimentos, roupas, calçados. Foi realizado um culto de agradecimento pelo sucesso da ação, em seguida alguns procedimentos de beleza e um almoço especial.

A seguir, o relato da coordenadora do projeto sobre este dia.

“Era nítido no rosto da dona Maria o quanto ela estava agradecida. No domingo, nós entregamos os alimentos, as roupas e fizemos a ministração do louvor com Adriana e Tarso e depois a palavra com Vandilene. Ela (dona Maria) sentiu a presença de Deus, chorou muito. Um choro de alívio pelo que vinha passando e de alegria e gratidão. O intuito principal desse projeto é levarmos a palavra de Deus, falar do amor de Cristo. Ela aceitou Jesus e a filha também. Em seguida foram arrumar os cabelos e fazer maquiagem, ação social realizada por nós. O pessoal do projeto se reuniu, cada um deu um ingrediente e fizemos um almoço especial. Eu sei que poderíamos ter feito mais, mas o principal nós conseguimos, com a ajuda de Deus, que foi a salvação de almas. Onde havia escuridão naquela casa, hoje há luz. E isso me deixa realizada. Nós mostramos pra ela o cuidado de Deus com a vida dela. Que independente dela ser crente ou não, ela tinha muita fé. Nunca vi ela murmurando da vida. Uma fé quando a pessoa não tem nada é surpreendente. Hoje fui deixar os tijolos e alguns materiais, a gente vai começar a fazer o banheiro dela essa semana. Enfim, eu acredito que demos o nosso melhor”, relata Bianca.

Por Daniel Gomes / Portal Noticiei

Comentários

Artigos relacionados

Fechar